Quinta-feira, 1 de Dezembro de 2005

CartaII

O sonho vai entrando,como uma catástrofe,cheio de milhões de interferências.
Serei eu duas?- Anjo e demónio?
Dividida pelas circuntâncias de uma vida,cheia de preconceitos pré-selecionados por todos,menos por mim.
Esta magia que por vezes sinto,como se a pele e a alma se fundissem,e soubessem de antemão ,a tormenta porque passo - que ando cá há tanto tempo - tu estás tão longe de mim,como eu de ti.
Não resolvo nada,não tenho sotão de memórias, eu sei,- foges - porque tens medo,andas perdido e pensas que sou um vulcão em actividade,e terás possivelmente medo, de morrer "queimado" continuo com as minhas suposições; mas não tenhas medo.Sou tão inofensiva pelo menos para ti,porque entre nós não existe muito; e no entanto perco-me no teu olhar, e tu pareces perder-te no meu.
Serás o meu refúgio,quando sentir a aproximar-se a tempestade, o meu doce calor,nas noites longas de Inverno,apesar de não gostar do Inverno.Terei de contentar-me com o pouco que me dás,apesar da minha sede do absoluto - mas não é fácil, encontrar-te e perder-te - tens razão ao afirmar - temos de aprender a viver,a dar de nós mesmos,o que houver para dar,mesmo sabendo que nada é douradouro.
Acho que estou a fugir da essência da minha intenção,mas não importa;será um desabafo e como diz o poeta- "faz bem à alma".
Tenho medo do silêncio, também será uma mentira,esse silêncio!
Comprei um livro interessante que diz - que a felicidade está dentro de nós e mesmo a viver precariamente,podemos ser felizes é uma questão de sentir.Neste momento não sou feliz,mas infeliz também não, e choro quando queria era gritar,toda a mágoa recalcada. A tua vida? Um aturdimento desenfreado,que perdeu a ideia de meta.Tens medo de parar.Tens medo de te dar.Foges de ti próprio,uma correria vã,vã porque sabes que foges e porque foges,ou daí talvez não e usas a razão para a tentativa desesperada de te conhecer.Continuo com este ciclo que parece não terminar mais,onde estará a intenção?Não me iludo com imagens,e no entanto sinto uma imensa nostalgia, deste sonho real de anjo feito demónio.
Lembra-te de mim se ousares,se quiseres...

Maria
publicado por Maria às 00:48

link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Anónimo a 11 de Dezembro de 2005 às 02:09
Todos nós somos ambiguos, umas vezes anjos e outras vezes demónios, depende do contexto, da circunstancia, é a vida. Porta-te...pecdshs1
</a>
(mailto:pecdshs1@sapo.pt)
De Anónimo a 5 de Dezembro de 2005 às 22:16
Sempre que faço uma reflecção sobre o psiquismo humanao, chego á conclusão que por mais que eu tente descobrir, mais e mais, há sempre certos sentimentos e estados inexplicáveis.
E é quando estes se manifestam que nos sentimos completamente impotentes, afinal somos "Anjos ou demónios?"
penso que somos um pouco de ambos, mas cabe-nos a nós tentar controlar as quantidades de cada um!25MAX04
(http://www.egasmoniz2.blogs.sapo.pt)
(mailto:25MAX04@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Dezembro de 2005 às 16:42
vulcao em actividade, vida que pulsa. isso atrai quem vive com a mão na almaVincent
(http://www.alinhadesombra.blogs.sapo.pt)
(mailto:vincent-x@sapo.pt)

Comentar post

.mais sobre mim

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.posts recentes

. Doce Natureza

. Trocadilho

. Espaço sentido

. Tu não sabes

. Hino à amizade

. Reviver um sonho

. Horizonte do sonho

. Memorias

. Paradoxo

. Introspecção II

.links

.favorito

. Um amor… Um coração… Uma ...

. A ti que me lês...

. por toda a cidade...

.favorito

. Um amor… Um coração… Uma ...

. A ti que me lês...

. por toda a cidade...

.tags

. amo-te

. amor

. ausência

. blog 5 estrelas

. dia de namorar

. doce

. doente

. enviado por um amigo

. foto da maria rosmaninho

. foto da net

. foto da net (a.leitão)

. foto da net rui cunha

. foto de ricardo almeida

. foto tirada da net pelo meu amigo angel

. foto tirada por mim

. fotos da net

. fui nomeada paty para as sete maravilhas

. ideia

. joaninha

. mãe

. mar

. minha autoria

. morte

. natal

. nostalgia

. pintura de uma amiga

. poema da minha autoria

. por-do-sol na madeira

. saudades

. saudades...

. silêncio

. simpatia

. tu

. vamo-nos conhecer um pouco melhor

. vida

. todas as tags

blogs SAPO