Sábado, 25 de Fevereiro de 2006

Alma minha

Quero um pedacinho de tempo
Um tempo, onde não me perguntem nada,
Nem nada me peçam.
Quero ter direito ao pranto,
Que venho escondendo,
Engolindo; com o meu chocolate quente.
Aroma de todos os dias,
Doce mascara de mulher valente.
Quero ser criança que chora por colo.
Quero os meus sonhos
Pintados e misturados
No quadro da ilusão.
Quero a alma cheia de momentos
Onde não sopre o vento,
Mar de náufragos libertos
Ainda que a ondulação seja fremente.
Quero que me invada a dor,
Mesmo que não saiba lidar com ela.
Quero dizer como dói.
Quero chorar e secar os meus olhos.
Novamente me levantar, porque…
Num outro dia qualquer
Há-de renascer mais forte…
publicado por Maria às 18:56

link do post | comentar | favorito
29 comentários:
De Anónimo a 11 de Março de 2006 às 19:03
ja m tinha eskeçido o kao bonito é est teu blog....coisas tao linda e unicas aki escritas...
parabens....voltarei ca sempre k puder...
e ja agr paxa no meu tbm http://buefixolas.blogs.sapo.pt
e comenta....tbm ando numa fase d escrever mt...ve-se no meu blog..."Ritinha"
(http://buefixolas.blogs.sapo.pt http://blobenfikista.blogs.sapo.pt)
(mailto:ritapazani@sapo.pt)
De Anónimo a 10 de Março de 2006 às 09:04
Mas em palavras de mulher valente sinto uma pessoa iluminada tv pela valentia com que escreve do que deseja.Ana Luar
(http://omeuladoruim.blogs.sapo.pt/)
(mailto:luar_zita@msn.com)
De Anónimo a 10 de Março de 2006 às 08:59
O tempo comanda a vida, sem tempo não existe vida.
Vamos aproveitar tudo da melhor forma, amando e sendo amada.
Parabens está lindo.
Tibeu deseja bom fim de semanatibeu
(http://www.tibeu.blogs.sapo.pt)
(mailto:lebasil@sapo.pt)
De Anónimo a 7 de Março de 2006 às 13:03
Gosto muito do teu poema :-)
Sabes o que me sinto? O Wally no meio de tanta gente. BeijosAntonio
</a>
(mailto:codecoa@phonehouse.pt)
De Anónimo a 6 de Março de 2006 às 23:43
amiga que bo que me visitaste... como vce deve ter notado adoro ver templates e cores i gifs.. e o sapo infelsimente esta colocando fora do ar as pessoas que não tiverem templates proprio..
adoro usar html.. e agora com nova versão do sapo beta e inpossivel.
porato querendo sempre me visitar sera um prazer sinto muito ter que sair do sapo.
beijso grandes e anote meu endereçofathy
(http://dreamsandfantasy.blogspot.com/)
(mailto:fathylight@hotmail.com)
De Anónimo a 6 de Março de 2006 às 22:05
ui tempo, é tempo de perder tempo para saber ganahr tempo, para perder bem o tempo, loool, tou pussuido deixa andar=) gostei muito, bjoedarf
(http://www.edarf.blogs.sapo.pt)
(mailto:jp_edarf@hotmail.com)
De Anónimo a 5 de Março de 2006 às 11:28
O burburinho da água
No regato que se espalha
É como ilusão que é mágoa
Quando a verdade a baralha.Carlos
(http://vagueando.blogs.sapo.pt/)
(mailto:c_m_a_n_u_e_l@hotmail.com)
De Anónimo a 3 de Março de 2006 às 23:49
Olá Maria...
É verdade...num outro dia qualquer, há-de nascer mais forte.
Bom fim de semana parati linda.
BeijosNylda
(http://nylda.blogs.sapo.pt/)
(mailto:nyldaju@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Março de 2006 às 08:19
Um coração de menina num corpo de mulher...belíssimo este teu poema em que as palavras são um eco da alma mesmo. Um beijo enorme :)Neith
(http://www.echoes.blogs.sapo.pt)
(mailto:neith@sapo.pt)
De Anónimo a 2 de Março de 2006 às 08:43
Acordo de noite subitamente,
E o meu relógio ocupa a noite toda.
Não sinto a Natureza lá fora.
O meu quarto é uma cousa escura com paredes vagamente brancas.
Lá fora há um sossego como se nada existisse.
Só o relógio prossegue o seu ruído.
E esta pequena cousa de engrenagens que está em cima da minha mesa
Abafa toda a existência da terra e do céu...
Quase que me perco a pensar o que isto significa,
Mas estaco, e sinto-me sorrir na noite com os cantos da boca,
Porque a única cousa que o meu relógio simboliza ou significa
Enchendo com a sua pequenez a noite enorme
É a curiosa sensação de encher a noite enorme
Com a sua pequenez...
marta
(http://perfumedemulher.blogs.sapo.pt)
(mailto:marta_ribeiro89@hotmail.com)

Comentar post

.mais sobre mim

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.posts recentes

. Doce Natureza

. Trocadilho

. Espaço sentido

. Tu não sabes

. Hino à amizade

. Reviver um sonho

. Horizonte do sonho

. Memorias

. Paradoxo

. Introspecção II

.links

.favorito

. Um amor… Um coração… Uma ...

. A ti que me lês...

. por toda a cidade...

.favorito

. Um amor… Um coração… Uma ...

. A ti que me lês...

. por toda a cidade...

.tags

. amo-te

. amor

. ausência

. blog 5 estrelas

. dia de namorar

. doce

. doente

. enviado por um amigo

. foto da maria rosmaninho

. foto da net

. foto da net (a.leitão)

. foto da net rui cunha

. foto de ricardo almeida

. foto tirada da net pelo meu amigo angel

. foto tirada por mim

. fotos da net

. fui nomeada paty para as sete maravilhas

. ideia

. joaninha

. mãe

. mar

. minha autoria

. morte

. natal

. nostalgia

. pintura de uma amiga

. poema da minha autoria

. por-do-sol na madeira

. saudades

. saudades...

. silêncio

. simpatia

. tu

. vamo-nos conhecer um pouco melhor

. vida

. todas as tags

blogs SAPO