Sexta-feira, 2 de Dezembro de 2005

Simples Maria

Perdoa-me a ousadia,
Deste poema meu tão breve,
Mas apenas por um dia,
Com ousadia não me serve.

Nunca,Maria,eu te vi,
Mas teu rosto em versos vejo,
Que versos falam por si,
E me tocam como doce beijo.

Quase nunca fui ousado,
Por alguém que valor detém,
Vivo,corro...serei lembrado,
Depois que a morte até nós, vem.

Não se trata de mim,
Mas dessa força escassa,
Porque sempre,não é assim,
A vida que nos envolve e embaraça.

Se me dás força,devolvo- a,
Em mar revolto versejante,
A tua,em mim envolvo-a,
Como manto de força pedante.

Porque se escreve poesia,
Porque tanta dor impressa,
Tem nos versos,simples Maria,
Que a sorte nos arremessa.

Do que vale a nossa escritaa,
Se o tempo tudo apaga,
Porque teu olhar me fita,
Bastando...como me afaga.

Porque pelo amor me decido,
Sempre que meu rosto quebre,
Mesmo que voraz pedido,
De leão, corro - qual lebre...

E Amor omnipresente,
Em cada pedra da calçada,
Que pisada,nada sente,
Posta por alma enamorada.

Nem sei porque o que sinto,
É a força que te devolvo,
Talvez porque o indistinto,
Seja destino que resolvo.

Em tudo que me rodeia,
Vozes cativas em mim,
Porque o estro se incendeia
Pois que arda até ao fim.

Corro neste branco à pressa,
Sem que desenha definir,
Sou quem gratidão não cessa,
Por ti,neste puro sentir.

Sempre que queiras, estarei,
Em horas de escuro cerrado,
Com atentos ouvidos estarei,
Como na poesia enamorada.

E que não cesse o deslize,
À noite ou durante o dia,
Que teus versos te alise,
A alma simples Maria.

EFB

Enviada por um amigo,que sentiu a minha alma.
Obrigado António
publicado por Maria às 00:36

link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Anónimo a 10 de Dezembro de 2005 às 14:49
O amor está no ar. Lindo pecdshs1
</a>
(mailto:pecdshs@sapo.pt)
De Anónimo a 5 de Dezembro de 2005 às 19:16
Quando era criança li o simplesmente Maria, um romance muito bonito, simples, um abraço...Juda
(http://osaldanossapele.blogs.sapo.pt)
(mailto:juda-ben-hur@sapo.pt)
De Anónimo a 5 de Dezembro de 2005 às 09:28
Para quando um poema, Maria, teu e não meu? EFB
(http://asescondidas.blogs.sapo.pt/)
(mailto:codecoa@phonouse.pt)
De Anónimo a 3 de Dezembro de 2005 às 17:55
Esta Maria, acabou de ler o "Simples Maria". Bonito gesto o do seu amigo. Beijinhos. Maria do Céu Costa
(http://www.maisquepalavras.blogs.sapo.pt)
(mailto:mariaceucosta@sapo.pt)
De Anónimo a 3 de Dezembro de 2005 às 17:55
Esta Maria, acabou de ler o "Simples Maria". Bonito gesto o do seu amigo. Beijinhos. Maria do Céu Costa
(http://www.maisquepalavras.blogs.sapo.pt)
(mailto:mariaceucosta@sapo.pt)
De Anónimo a 2 de Dezembro de 2005 às 23:39
Olá!!
Muito bonito esse poema que o teu amigo te fez...pelo que dizes ele conseguiu escrever mt bem e ler a tua alma. Está mt bonito mm
Beijinhos e um optimo fim de semanaTiago
(http://pedacosdesilencio.blogs.sapo.pt)
(mailto:tiagofgoncalves@sapo.pt)
De Anónimo a 2 de Dezembro de 2005 às 17:04
Sejas Anjo ou Demónio,
tudo o que queremos é a tua compreensão e amizade,
mais tarde a tua alma
E um dia a tua vida...
Não nos negues a tua redenção, aqui podes contar-nos os teus pecados...
Ninguém deseja ser como nós...
Não estamos vivas, nem mortas...
Porque a vida foi-nos negada...
Somos as Lucifer’s Angels
E tu?
Lucifer's Angels
(http://www.lucifersangels.blogs.sapo.pt)
(mailto:llucifersangels@sapo.pt)

Comentar post

.mais sobre mim

.Novembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.arquivos

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Fevereiro 2011

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

.posts recentes

. Doce Natureza

. Trocadilho

. Espaço sentido

. Tu não sabes

. Hino à amizade

. Reviver um sonho

. Horizonte do sonho

. Memorias

. Paradoxo

. Introspecção II

.links

.favorito

. Um amor… Um coração… Uma ...

. A ti que me lês...

. por toda a cidade...

.favorito

. Um amor… Um coração… Uma ...

. A ti que me lês...

. por toda a cidade...

.tags

. amo-te

. amor

. ausência

. blog 5 estrelas

. dia de namorar

. doce

. doente

. enviado por um amigo

. foto da maria rosmaninho

. foto da net

. foto da net (a.leitão)

. foto da net rui cunha

. foto de ricardo almeida

. foto tirada da net pelo meu amigo angel

. foto tirada por mim

. fotos da net

. fui nomeada paty para as sete maravilhas

. ideia

. joaninha

. mãe

. mar

. minha autoria

. morte

. natal

. nostalgia

. pintura de uma amiga

. poema da minha autoria

. por-do-sol na madeira

. saudades

. saudades...

. silêncio

. simpatia

. tu

. vamo-nos conhecer um pouco melhor

. vida

. todas as tags

blogs SAPO