Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Intervalo

Quarta-feira, 22.10.08

Nunca escreveste nada com

os dentes do teu sorriso

Que cínico brinca comigo…

E já nem tenho poesia dentro de mim

São as palavras que saltam

Da minha mente obscurecida pelo mel,

De um doce silêncio.

Neste Outono de lua cheia.

A luz é o meu portal de papel

Desenhada por aves nocturnas na infinidade

Em que me fazes falta, no girar

De mais um redemoinho de chuva cadente

Nas estrelas que são caminho

Onde chego verdadeiramente.

Sob a pele sons que ostensivamente

Se declaram a mim…

Neste prefácio tão antigo e solto

Mais uma cadência que se abre

Ao som da noite, …intervalo

Que julgo ser mais meu que teu

E espero só mais um pouco

Para assim, desenrolar a noite

Nos braços turvos da aurora.

Escrevo o que dita a minha mente

Nos passos… presentes da fuga…

E amanhã … sou…

Espaço a aquecer o sorriso

Com que escreves … sim!

 

Autora: Airam Vieira

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

O som de um sonho a dois

Domingo, 12.10.08

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Outubro 2008

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031