Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Visão de mim

Domingo, 14.09.08

 

 

Sei, que um dia morrerei

Deste cansaço que um dia pedi

Neste sangue, horizonte sou

E vejo, a quimera adormecida, acabou…

 

Sei, que todos os elementos partem

Nas raízes profundas, a declinar

As letras que da minha mente emergem

Em toda a minha essência a declamar

 

O grito do meu silêncio, que volta

A ser constante... e enterro grilhões

Amotinados pela beleza de sensações

Pedaços que de mim andam à solta…

 

Pouso os olhos no meu sentir,

suicídio aparente do corpo

deixo o meu mundo fruir

nas fronteiras de um sopro…

 

Com ele das cinzas renascerão

Ideias e visões, será apenas uma lição

Tempo de respirar tocar e sentir,

Um dia sei, que vou resistir…

 

 

Autora: Airam Vieira

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Setembro 2008

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930